O grande comissionamento em Lucas e os Samaritanos.

Há duas referências muito conhecidas quando se pensa em Grande Comissão: Mc 16:15 e Mt 28:19-20. Mas há um outro grande texto que nos chama ao Grande comissionamento do Rei, este está em Lc 24:46-49, leiamos:
“Assim está escrito que o Cristo havia de padecer e ressuscitar dentre os mortos no terceiro dia e que em seu nome se pregasse arrependimento para remissão de pecados a todas as nações, começando de JERUSALÉM. Vós sois TESTEMUNHAS dessas coisas. Eis que envio sobre vós a promessa de meu Pai; permanecei, pois, na cidade, até que do alto sejais revestidos de PODER”.
O doutor Lucas escreveu os seus livros para uma comunidade em transição predominantemente gentílica. Escreveu provavelmente durante o reinado de Domiciano, Imperador de Roma e com a finalidade de responder muitas perguntas da Igreja Cristã Gentílica. Havia muitos questionamentos nessa comunidade. A maioria dos cristãos era de origem não judaica e sofria hostilidades dos judeus e dos pagãos. Esse é o pano de fundo dos escritos de Lucas. Conhecendo esse contexto podemos entender a visão missionária deste escritor.
Já no início dos seus escritos, Lucas narra o episódio que ocorreu em Nazaré (Lc 4.16-30), valendo destacar três pontos: o ministério de Jesus foi centrado nos pobres, liberação de perdão e missão aos povos gentios. Em relação ao último ponto, vemos claramente no livro de Atos que o evangelho de Salvação é recusado pelos judeus e abraçado pelos gentios.
É interessante notar como Lucas incluiu os povos gentios na missão. Em Lc 10, logo após os discípulos retornarem da missão, ao ser questionado, Jesus inicia seus ensinamentos com a parábola do Bom Samaritano. Esse foi um passo significativo para mostrar a visão futura do plano Divino quanto a evangelização dos povos.
O povo Samaritano era hostilizado pelos Judeus nacionalistas e era considerado por eles pior até que os gentios. Os samaritanos, na visão dos judeus da época eram tidos como inimigos de Deus, ou seja, tinham valor religioso negativo. Eles estavam num ponto bem distante do cumprimento da Lei. Era proibido aos judeus receberem obras de caridade de samaritanos. Eram eles “não-humanos”. Outro ponto interessante que aponta para uma missão aos gentios está em Lucas 17, onde ficou sugerido que somente o samaritano voltou para agradecer pela sua cura.
Voltando ao nosso texto Bíblico chave, destacamos algumas palavras. Essas resumem toda a visão Cristã-missionária de Lucas. Logo no início do versículo, Lucas destaca o cumprimento das profecias acerca da vida e morte de Jesus. Assinala que a salvação é somente através de arrependimento, e isso se estendia a todas as nações. Essa missão se iniciaria em Jerusalém, seria realizada por testemunhas e que somente no poder do Espírito Santo essa tarefa seria efetuada.  Ou seja, Jesus indicou onde começar, quem faria e quem moveria essa missão.
Não poderíamos deixar de citar outro grande texto acerca da missão na visão de Lucas: At 1.8. Mais uma vez nesse texto Lucas enfatiza que os discípulos deveriam ficar em Jerusalém até que do alto fossem revestidos da promessa divina. È importante frisar que mais uma vez Lucas enfatiza que a pregação do evangelho deveria passar por Samaria. Ao evangelizar samaritanos, estamos nos preparando para evangelizar várias nações. Samaria é a prática dos povos, a “Escola das Nações”, pois o rei Assírio levou várias outras etnias para Samaria afim de ficarem no lugar das tribos que habitavam lá. Ou seja, quem evangeliza em Samaria tem a experiência de anunciar o Evangelho em várias nações, é tipo um preparo pra evangelizar os confins da terra.
No evangelho de Marcos não há referências aos samaritanos. Mateus registra que Jesus proibiu os discípulos de irem aos samaritanos, pois estes deveriam ir primeiro as ovelhas perdidas da casa de Israel (Mt 10.5). Lucas teve um olhar diferenciado para esse povo, talvez também por ser gentílico. Havia uma crise de identidade na igreja cristã gentílica, então Lucas resolveu ajudar esses cristãos.
Todas essas referências aos samaritanos foram o início das missões aos gentios e servem para mostrar à Igreja que até o povo mais desprezado faz parte do plano divino da Salvação em Cristo Jesus!
Que Deus nos abençoe em Cristo Jesus
Missionária Tatiana Bayer.

1 comentário em “O grande comissionamento em Lucas e os Samaritanos.”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima